25 maio 2014

As mulheres (também) não se medem aos palmos

Foi há uns três anos que “Uma questão de azul escuro” foi apresentado no colégio onde trabalho. Professores e alunos reuniram-se para assistir ao evento.
Margarida, com a simpatia que a caracteriza, apresentou-se, recostou-se e encantou miúdos e graúdos com a história de uma folha branca de papel que queria ser especial... e foi!
Eram mais de 500 crianças, e nem um professor precisou de intervir para que todos a ouvissem com atenção.
Que grande pequena mulher!

Catarina Azevedo Rodrigues, 41 anos, Lisboa 

Desafio nº 26 – dedicatória para alguém

Obrigada, Catarina, um grande beijinho para si!
Margarida

Sem comentários:

Enviar um comentário