20 maio 2014

Razões para não acordar!

Deitou-se ensonado com a pressão do preconceito, qual diabo procurando a pureza dos céus. Queria dormir o sessenta e seis e repousar as costas largas das maleitas. Inverteu-se nos sonhos e encontrou um mundo de pernas para o ar, no qual havia noventa e nove razões para não acordar. As nove dezenas adoravam as novas unidades. Viviam juntas, pois eram as derradeiras na composição dos dois algarismos... Despertado pelos sete anões, pediu o desejo da irrevogável hibernação.


Hélder Rodrigues, 35 anos, Vila Nova de Gaia 
Desafio nº 66 – números 66 e 99

Sem comentários:

Enviar um comentário