04 maio 2014

Vá-se lá adivinhar...

Pastorisa era pastora
Numa aldeia pobrezinha
Mas o seu coração tinha
A mania de sonhar...
E não é que certo dia
Lhe saiu a lotaria!
Ficou tão atrapalhada
Pois não estava preparada...
Vieram então pretendentes
Carregados de presentes
Para com ela casar.
Só que nada a convenceu
Pois a saudade bateu
No fundo do seu coração
E foi com grande emoção
Que voltou a pastorear...
O dinheiro desapareceu
Há quem diga que o deu
Vá-se lá adivinhar...

Isabel Lopo, 68 anos, Alentejo

Desafio nº 65 – chamavam-lhe Pastorisa

Sem comentários:

Enviar um comentário