31 agosto 2014

77...

Sabendo da  grande vontade de ir à praia, o convite feito e aceito.
Mas é  dia do  77 palavras; Ora, faço depois!
Chegam e parece que o mar estava sabendo!
Pra não a deixar esquecer o que deveria fazer depois!

O marido a vendo fotografar, estava sabendo o motivo.
Mesmo quieto, entendeu o que ela faria depois que em casa chegassem.
Sabendo disso, nem se atreveu a pedir mais nada, sabia que não podia atrapalhar a inspiração!

Chica, 65 anos Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil  
Publicado aqui:

Desafio nº 73 – frases com sabendo e depois

Perdido

«Permite que o encontrem, por favor», pensei, sabendo que eram poucas as hipóteses.
Despois, olhei para Severa, que se encontrava à minha frente.
Sabendo do meu ceticismo, quis mandar-me embora, mas conteve-se.
– Querido, estou aqui – disse depois, dirigindo-se ao marido.
Ele, sabendo que o cachorro estava bem, sorriu-lhe.
– Senhora da minha vida, o teu menino está seguro – declarou, depois de a beijar.
Sabendo que lhe falava a verdade, Severa acomodou-se nos seus braços, sentindo-se num porto seguro.

Quita Miguel, 54 anos, Cascais

Desafio nº 73 – frases com sabendo e depois

Cervantes

Cervantes foi genial escritor sabendo que teve uma vida de sofredor.
Recordam-no na prisão e depois foi comprado por Assão.
Na sua obra-prima, “D. Quixote de La Mancha”, ficámos sabendo sua sina
com o personagem Sancho Pança.
Quis armar-se em cavaleiro, foi depois parar ao hospital pela sua teimosia
colossal.
Bem sabendo do artista, passemos depois ao escritor: Cervantes estava certo
de ter encontrado valor. Escreveu peça teatral, “O Cerco de Nemancia”, sabendo
sua obra se leria.

Ana Mafalda , 44 anos, Lisboa
Desafio nº 73 – frases com sabendo e depois

30 agosto 2014

EXEMPLOS - desafio nº 73

Sabendo da superstição a respeito de um gato preto, depois de ter o bichano, resignei-me. Logo que o recebi, aconteceu o primeiro caso. Mesmo sabendo que o décimo terceiro andar seria impossível para aprisionar um fofinho negro, imaginei o depois. Então, sabendo que daria asneira, depois dele se escapar ouvi um grito e logo um estrondo. Não sabendo quem causara a desgraça, vi depois, ao pé da escadinha, a vizinha no chão.
Encharcada, gritava "maldito gato preto".
Theo De Bakkere, 61anos, Antuérpia, Bélgica

«Permite que o encontrem, por favor», pensei, sabendo que eram poucas as hipóteses.
Despois, olhei para Severa, que se encontrava à minha frente.
Sabendo do meu ceticismo, quis mandar-me embora, mas conteve-se.
– Querido, estou aqui – disse depois, dirigindo-se ao marido.
Ele, sabendo que o cachorro estava bem, sorriu-lhe.
– Senhora da minha vida, o teu menino está seguro – declarou, depois de a beijar.
Sabendo que lhe falava a verdade, Severa acomodou-se nos seus braços, sentindo-se num porto seguro.
Quita Miguel, 54 anos, Cascais

Cervantes foi genial escritor sabendo que teve uma vida de sofredor.
Recordam-no na prisão e depois foi comprado por Assão.
Na sua obra-prima, “D. Quixote de La Mancha”, ficámos sabendo sua sina
com o personagem Sancho Pança.
Quis armar-se em cavaleiro, foi depois parar ao hospital pela sua teimosia
colossal.
Bem sabendo do artista, passemos depois ao escritor: Cervantes estava certo
de ter encontrado valor. Escreveu peça teatral, “O Cerco de Nemancia”, sabendo
sua obra se leria.

Sabendo da grande vontade de ir à praia, o convite feito e aceito.
Mas é dia do 77 palavras; Ora, faço depois!
Chegam e parece que o mar estava sabendo!
Pra não a deixar esquecer o que deveria fazer depois!

O marido a vendo fotografar, estava sabendo o motivo.
Mesmo quieto, entendeu o que ela faria depois que em casa chegassem.
Sabendo disso, nem se atreveu a pedir mais nada, sabia que não podia atrapalhar a inspiração!
Chica, 65 anos Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Constatação
É um facto meu amor, e sei que estás sabendo
Que nos amamos e não vi ficar para depois
Todos estão sabendo, que com amor tudo constróis
Depois segue-se o romance do príncipe e da princesa
O amor fica sabendo é luz acesa
Depois, foram felizes como reza a história
Sabendo que fica na memória
O nosso depois com muitos sóis
Sabendo que o nosso amor brilha mais que um farol
Depois tu és o meu girassol
Maria Silvéria dos Mártires, 68 anos, Lisboa

Negligência
Ainda que sabendo que os rios correm para a foz.
Mas depois colocam-se-lhes múltiplos obstáculos.
Mesmo sabendo que a floresta é o ar do mundo.
Não chega, porque depois corta-se-lhe as árvores.
Os peixes escasseiam nos mares, todos sabendo a causa.
Para depois não se impedir a poluição.
Sabendo que o monturo de plásticos é uma praga.
E que o Planeta depois se ressente de tanta agressão.
Tudo isto sabendo, revela-se inútil.
Porque depois, continua a negligência.
Elisabeth Oliveira Janeiro, 69 anos, Lisboa

Estranhei a tua falta, sabendo eu que estás de saúde.
Fiquei depois cismando cá numas coisas…
Desde que andas estudando julgas-te sabendo mais do que todos.
Por essas e por outras é que depois me deu na ideia fazer-te uma espera…
Fiquei então sabendo que me andas enganando.
Antes agora, porque depois da boda era bem pior…
Fica sabendo que o nosso noivado já não tem volta!
E depois, pensando bem, moça com estudos tem pouca serventia…
Isabel Lopo, 68 anos, Alentejo

Depois do amor
Continuava a amá-lo. Mesmo depois daquelas bofetadas inusitadas.
Ele, em instantes de lucidez, ia sabendo que era um crápula.
Pensava, apenas depois, que não podia continuar assim.
Mas ela desculpava-o (até o entendia) sabendo, no seu íntimo, que não havia perdão.
Só que o tempo não cura tudo e depois a fúria dele voltava.
E ela sabendo que tinham entrado num vórtice sem retorno.
O medo calava-a, o amor fugia-lhe, e depois… a vida também. Para sempre.
Maria José Castro, 54 anos, Azeitão

Vida no Campo
Pelo entardecer, sabendo que era preciso regar, dirigiram-se à horta.
Estava uma temperatura agradável depois dum dia de calor intenso.
Cada um levava um cesto sabendo que passariam pelo pomar.
As crianças adoravam estes momentos depois dum dia em casa.
Divertiam-se chapinhando nas valas da rega sabendo que havia "ralhanço".
Era bom depois ir até ao tanque que estava cheio.
Levavam hortaliças acabadinhas de colher sabendo que eram de confiança.
Constataram depois como eram felizes na quinta. 
Rosélia Palminha, 66 anos, Pinhal Novo

Natalie, mesmo sabendo que a Librairie Americaine estava para venda não quis acreditar.
Continuava convicta, era um absurdo... mesmo depois de saber a notícia.
Sabendo ela que era uma das Livrarias mais conceituadas de Paris não era concebível.
Sempre atenta, depois da bombástica notícia...!
Mesmo sabendo da existência de outras, era aquela que ela tinha escolhido e sonhado!
Amor à primeira vista, depois não parou de olhá-la.
Parou... porta fechada!, ficou sabendo...!, deixou de sentir o chão.
Prazeres Sousa, 51 anos, Lisboa

Com 77x7 beijitos
A Margarida deu o mote para o texto em 77 palavras sabendo que escrevem.
Para complicar, depois obrigou à existência de sete frases.
Quem tentar, vai fazê-lo sabendo das regras.
Pensar, imaginar e, depois de tanto matutar, as ideias no papel aprisionar.
Quem termina a estória envia para o correio electrónico da escritora, sabendo que esta agradece com amabilidade.
depois, no blogue a vai publicar.
A colaboração é feita com um sorriso, sabendo que é amiga.
Rosa Maria Pocinho dos Santos Alves, 51 anos, Coimbra

Incauto
Mesmo sabendo, que a vida por vezes nos prega partidas
Pontapeamos a sorte, deixando fluir o acaso num “depois logo se vê”.
O hoje queremos vivê-lo depressa, escondendo prioridades, na esperança de não ser nada e do “depois logo se vê”.
Tarde de mais muitas vezes!
Mesmo sabendo, que vivemos numa corda bamba
Brincamos muitas vezes com a sorte, e…
Quando o amanhã chega por vezes atroz…
Não há já tempo a dizer
“Depois logo se vê”
Graça Pinto, 56 anos, Almada

Aventurei -me mesmo sabendo que seria sentenciada.
No entanto, foi depois de muito meditar…
Porque não? Sabendo que ficar na hesitação,
Originaria depois um vazio profundo!
Fui, sabendo que a consciência falaria,
Mas… seria depois da experiência vivida!
Não me arrependi! E sabendo viver o presente
 depois percebi e saboreei a satisfação sentida.
Habitar na incerteza sabendo o prazer do instante
Seria uma alienação depois da descoberta.
Por isso, sabendo da tua existência, usufruí de ti!
Cristina Carvalho, 45 anos, S. João da Madeira

Suite para Violoncelo de Suggia
A música é um ponto entre o conhecimento e a cumplicidade, depois da pauta estendida.
Mas ficar sabendo deste transtorno, apenas agora…
O violoncelo, encostado na perna, parecia aguardar, depois de tão triste descoberta.
Fiquem sabendo que não desisto, nunca, dissera em voz alterada.
Depois sentou-se perto da janela.
Sabendo que a partitura se encontrava danificada, correu o olhar pela sala, em busca de inspiração.
Depois segurou no instrumento e tocou as suites, harmonia musical de gestos.
Alda Gonçalves, 47 anos, Porto

Pontos Finais
Há pontos finais que fazem doer. Colocou um, sabendo que iria sair magoada, e avançou com a decisão. Entregou o papel da rescisão, depois suspirou. Mesmo sabendo que esse suspiro não vinha revestido de alívio! Depois, entregou-se ao vazio. Sabendo que teria de o preencher, estancou lágrimas. Apercebeu-se, depois, que o céu fica azul quando as nuvens se vão. Sabendo o que a vida tanto lhe ensinou e que há reticências que soltam sorrisos, apoderou-se do futuro.
Ana Paula Oliveira, 54 anos, S. João da Madeira

Mesmo assim, sabendo que iria acontecer de novo, eu tentei.
Apesar de tudo, depois do que passaste, estás diferente e eu nunca te critiquei.
E embora sabendo que um dia tudo iria acabar, não queria que fosse agora.
Mas depois de tudo, já não me cabe a mim mudar isto.
Eu continuo assim, tentando sermos alguém, não sabendo se o queres ou não.
Apesar dos meses, depois dos abraços, tudo acabou.
sabendo como és, eu espero.
Maria Luísa Barros, 15 anos, Porto

Recomeçar
Mesmo sabendo da tristeza e apatia de Felícia, Adérito resolveu arriscar.
Viveu amargurada depois do fim do casamento como se tivesse a culpa.
Resolveu acreditar sabendo que esta mulher tomou decisões dolorosas.
Deixou de lado o comodismo depois da traição.
Amava-a desalmadamente, mesmo sabendo da separação polémica.
Dúvidas dissipadas depois de uma noite de paixão inesquecível.
Orgulhoso do seu amor sabendo que alcançariam a almejada felicidade.
Apesar dos contratempos e adversidades depois da tempestade vem a bonança!
Cristina Lameiras, 49 anos, Casal Cambra

Confusões
Sentou-se pensando que fazer depois do jantar.
Apercebeu-se que andava pensando muito depois de tomar qualquer decisão.
Às vezes ficava pensando no antes e depois dos 40!
Como se, pensando, os 40 ficassem para depois, sabe-se lá do quê!
Olhou Banzé e deu-lhe a ideia que até ele estava pensando que fazer depois de comer!
Dava que pensar o facto de ficar pensando sempre depois de qualquer coisa!
E levantou-se rapidamente pensando que fazer depois de amanhã.
Carla Silva, 40 anos, Barbacena, Elvas

Gato escaldado de água fria tem medo
Ficou sabendo da partida por Zeca.
Algum tempo depois, continuava indecisa. Mesmo sabendo que estaria sozinha, esperaria.
Partiria depois de comer.
Não gostava de ficar sabendo das coisas assim por terceiros.
Mas depois do susto da última vez, era melhor prevenir.
Quantos mais ficaram sabendo pelos mesmos meios?
Não queria ir depois de todos mas, em primeiro, também não! 
Tinham-lhe contado que o cão andava solto!
É que raposa depois de apanhada só serve para fazer estolas!!!
Carla Silva, 40 anos, Barbacena, Elvas

Beijos interditos - I
Um homem, uma mulher encontram-se, várias vezes, sabendo ele do risco; ela não.
Após diálogos de horas, depois percebeu.
Explicou, insistentemente a inocência do comportamento sabendo(?), provavelmente, seria incompreendida. Manteve esperança.
Mal entendidos sucederam-se. Depois esclarecia-os insistentemente. Por fim, entendeu-os resolvidos.
Sentindo, sabendo que assim era, reuniram-se sempre que possível: construção de uma relação de amizade.
No último contacto, despedindo-se, beijou-a; beijaram-se. Depois, em silêncio, ela desapareceu incrédula.
Ambos, sabendo do interdito, como… Ela entrou em sofrimento, ele?...
Isabel Pinto, 47 anos, Setúbal

Pisando sonhos...
Mesmo sabendo que não te importas, sei o que almejo, agora e depois...
Depois acaso virá? O antes, já não vejo, e hoje é claro desejo,
É sabendo desse tanto, que acolho tal encanto, do depois tornar real,
Todo tem tempo, tem hora, depois é quase o agora, sabendo interpretar...
Sabendo de mim sei de ti, depois de cada acordar,
Sei, do sentir, do agora e depois,
Sabendo aonde vou, onde pisar, depois da tua alma encontrar.
Roseane Ferreira, Estado do Amapá, Macapá, Extremo Norte do Brasil

Sabendo que poderia fracassar, Inês avançou sem vacilar!
Depois se haveria de ouvir falar.
Gostava de viver sabendo que fazia o seu melhor, ainda que nem sempre assim fosse.
depois não sabia ser diferente, habitualmente nunca pensava como os outros.
Iria fazê-lo mesmo sabendo que poderia sair magoada ou chamada de idiota.
Estava mesmo decidida a arriscar e depois se veria…
Aceitou casar sabendo que ele nunca a amara pois todos sabiam de quem ele gostava.
Amélia Meireles, 62 anos, Ponta Delgada

Ela disse: Já estou SABENDO dos teus tristes actos.
Ele respondeu: E DEPOIS, qual é o problema?
O problema é que, mesmo SABENDO, não posso fazer nada.
Mas DEPOIS, não te podes queixar.
Já estou SABENDO, que me vou deitar na cama que estou fazendo.
Talvez DEPOIS te arrependas, e seja tarde demais.
Também já estou SABENDO disso, mais alguma coisa?
Sim, quero que não voltes DEPOIS da meia noite.
Está bem, também já estou SABENDO disso.
Natalina Marques, 56 anos, Palmela

Ela estava SABENDO.
Mas só DEPOIS de ter chegado, lhe disse
Disse que estava SABENDO da traição.
E DEPOIS! Que vais fazer?
Disse: mesmo SABENDO, que seguiria cada um o seu caminho.
Mas DEPOIS, logo se veria.
Sofria horrores, mas SABENDO, que tinha que ser assim.
Não queria DEPOIS arrepender-se.
Mesmo SABENDO que tudo tem remédio,
achou que DEPOIS não tinha cura.
E SABENDO que DEPOIS se arrependeria,
pensou: Com um pouco de sorte, talvez esteja enganada.
Natalina Marques, 56 anos, Palmela

Susana Sofia Miranda Santos ― desafio 73
A Joana odiava estudar, mesmo sabendo que era fundamental para garantir o sucesso escolar.
Nunca fazia deveres; depois obtinha resultados escolares catastróficos.
Preferia brincar com bonecas, sabendo que a diversão conduziria ao castigo.
É importante brincar, mas depois de trabalhar, sempre lhe disseram os pais. Contudo, a Joana nunca valorizara a sua opinião, mesmo sabendo que se esforçavam para custear os seus estudos.
Sempre foi teimosa e depois, em adulta, o futuro não foi pautado pelo sucesso.
Susana Sofia Miranda Santos, 38 anos, Porto

A cor do amor

Estavam assim
Olhos nos olhos
Perdidos numa conversa muda
Onde o silêncio tudo diz
Ele desafiou, sem hesitar ela aceitou
Saíram de mãos dadas esquecendo o mundo
Seus caminhos tinham-se cruzado quando já tinham desistido
Sem querer, sentimentos profundos nasceram onde outros outrora existiram
Trazendo uma nova cor, um novo brilho às suas vidas
Alheios a comentários, partiram deixando apenas as pegadas marcadas na areia
Pois quando se ama não tem importância a cor da nossa pele.

Carla Silva, 40 anos,  Barbacena, Elvas
Desafio nº 71 frases de 2 a 12 palavras


Eternos Condicionais

Triste utopia que vivemos, gastando “ses” desmesuradamente...
Injustos condicionais!…
“Se” isto… “se” aquilo, “se falasses comigo …
Desculpas inventadas para uma veladura reconhecida.
Como se gasta o tempo que corre!...
Braços caídos… Olhos que ignoram… Bocas que emudecem…
Ânimos exaltados, mas que apaziguadamente se calam…
Angustiantes estes “Ses”!
Prerrogativas de alguns…
“Nós”, “Todos”,
palavras que gosto mais!
Plurais absolutos. Autónomos, ilimitáveis…
Criadores de mundos que tão habilmente partilhamos.
Mas que ignorantemente arrasamos em eternos apanágios. Os “Ses”…

Graça Pinto, 56 anos, Almada

Desafio nº 72 – frases de 2, 3 6 ou 7 palavras

Fundador da Escola Pitagórica

FU ND AD OR DA ES CO LA PI TA GO RI CA

FUndou um saber diverso; aiNDa hoje universal, o Adventista DA geometria
Era um génio sem igual e professOR de filosofia.
Tinha a crença na reencarnação; era, pois, aero-ESpacial.
Coleccionava algarismos e números
CAdenciava as estrelas sem igual...
No Labirinto da matemática PItágoras era fenomenal.
Gostava do raciocínio humano e sabia da sua admirável sabedoria
Numerologia era parte da sua vida
RIqueza que deixou ao mundo
Inventor da TAbuada do dia-a-dia
Esplendor de saber profundo é hoje guia!

Ana Mafalda, 44 anos, Lisboa

Desafio nº 38 – partindo de uma frase, utilizar os pares de letras desta para o texto

Maldito gato preto

Sabendo da superstição a respeito de um gato preto, depois de ter o bichano, resignei-me. Logo que o recebi, aconteceu o primeiro caso. Mesmo sabendo que o décimo terceiro andar seria impossível para aprisionar um fofinho negro, imaginei o depois. Então, sabendo que daria asneira, depois dele se escapar ouvi um grito e logo um estrondo. Não sabendo quem causara a desgraça, vi depois, ao pé da escadinha, a vizinha no chão.
Encharcada, gritava "maldito gato preto".

Theo De Bakkere, 61anos, Antuérpia, Bélgica.

Desafio nº 73 – frases com sabendo e depois

Desafio nº 73


Vamos escrever um texto em que TODAS as frases tenham,
a meio e alternadamente, as palavras
sabendo e depois.
Deverá ter, no mínimo, sete frases.

É bem interessante, a mim saiu-me isto:
Mesmo sabendo que arriscava, Maria pôs-se a caminho.
depois de muito andar, pensou no erro que fazia, mas era tarde demais.
Tomé, sabendo da decisão de Maria, riu-se por dentro.
depois de cruzar o limite mágico do reino, Maria descobriria a verdade.
Quando a roupa se esfarrapou e se sentiu velha, Maria ficou sabendo da vingança.
Depois de tanto esforço, só podia regressar.
E tentou, com todas as forças, apenas para ficar sabendo – era impossível.
Margarida Fonseca Santos, 53 anos, Lisboa
EXEMPLOS