17 julho 2015

Alma de Pescador

Sou pescador. Sinto-me ligado ao mar por um cordão umbilical que não consigo nem quero cortar. Todas as tardinhas, quando o azul desmaia sobre o areal doirado,  caminho pela praia. Escolhido o pesqueiro, lanço as canas, acendo o cachimbo e espero sonhando…
Sou pobre, pouco tenho, com pouco vivo. Mas tenho o mar, os seus cheiros e mistérios…
Sinto-me por isso tão feliz, que, às vezes, é-me difícil conter a energia que se aloja na minha alma.

Domingos Correia, 57 anos, Amarante             
(com a frase “…o azul desmaia sobre o areal doirado…” retirado do livro “Os Pescadores” de Raul Brandão)

Desafio nº 15 – com frase retirada de um livro

Sem comentários:

Enviar um comentário