01 janeiro 2016

A porta

Tantas lágrimas e tolices! Tinha acontecido há muito tempo e já não o queria. Se calhar nunca o fez... Mas hesitava que realmente tivesse passado tudo porque ainda temia encontrá-lo. Muito ocasionalmente até sonhava com isso. A porta estava então aberta...?
Sem pensar, deu uma vista de olhos para aquele com quem estava a cruzar-se... Mais uma olhadela! Então ouviu aquela voz e imediatamente a sua própria, estranhamente calma: "... não te tinha conhecido..." A porta estava fechada!


Mar Ramos Méndez

Sem comentários:

Enviar um comentário