08 janeiro 2016

Brinde ao Amor

Era o bailado das folhas
Provocado pelo vento,
Com todo o azul do céu
Mudando para cinzento!

E com música suave,
Uma balada de amor,
Rodopiavam alegres
Ricardo e Branca Flor!

Tinham o som da lareira
A crepitar docemente,
E o vermelho da paixão,
Desalmada e ardente!

chuva inundava a rua,
Prosseguia o furacão,
Em casa havia conforto
E dois seres em união!

O vendaval acalmou
Quando já amanhecia,
Veio o sol resplandecente
Brindar àquela harmonia!

Maria do Céu Ferreira, 60 anos, Amarante

Desafio Escritiva nº 3 – mau tempo com: chuva, vento, amor, azul, vermelho e rua

2 comentários: