09 janeiro 2016

Jardim de proteáceas

Protegido, desde a infância, como Proteu. Quando por falta de proteína, precisou daquela prótase. Durante toda a vida foi protagonizando as mais diversas façanhas. Até um erro no protocolo fez dele o protagonista, na peça de teatro do liceu.
Hoje liderou o protesto, que levou o governo a protelar a decisão de legislar sobre um novo protótipo.  Não vai permitir que alterem as regras de cultivo e comercialização das suas proteáceas, as protagonistas de qualquer jardim madeirense.

Alda, 48 anos, Porto

Desafio nº 102 – muitas palavras com PROT

Sem comentários:

Enviar um comentário