20 janeiro 2016

Pois não?

Demos imensos passeios juntas, não foi? Escusam de fingir que não me ouvem, porque eu sei que sim. Claro, muitos foram apenas imaginados, mas até esses foram giros, certo? Então?! Não tenho culpa por ter ficado avariada de articulações, foi sem querer. Tirando esses atropelos, até andámos juntas muito tempo! Ainda me lembro da reação dos meus filhos: «Tu não vais andar com isso pela rua, pois não?» Andei, andámos: fomos o trio mais feliz do mundo.

Margarida Fonseca Santos, 55 anos, Lisboa

Desafio Escritiva nº 4 – homenagem às sapatilhas

Sem comentários:

Enviar um comentário