25 janeiro 2016

Sempre na memória

As minhas favoritas. Os meus pés passavam o largo inverno dentro de vocês. Tinham por dentro pelinho, o que mantinha os pés sempre quentes nos dias frios. Íamos juntas à escola, de passeio, à aldeia. Vocês eram boas para caminhar em qualquer terreno! Estava sempre à espera do começo do inverno para poder estar convosco, mas um dia, não puderam mais e deixaram-me sozinha, e com os pés frios. Eu compreendi, mas estarão sempre na minha memória.

Blanca Vázquez, 21 anos, Zamora, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio Escritiva nº 4 – homenagem às sapatilhas

Sem comentários:

Enviar um comentário