28 fevereiro 2016

Amigo aprendiz

Dia fantástico. Encontro inesperado de amigas.
Deparo-me com ela no jardim. Livro aberto. Olhar absorto.
– Ena! Aqui?
– Deu-me na cabeça! Decorar poemas. Devorar palavras… Dedicar uns versos à minha Mãe. A única que daria a vida por mim!
– Oh! Não duvido! Saudades, Guida! E dar de caras contigo? Divinal! Dá cá um abraço!
Uma felicidade dominou-nos, despertando a alegria de outrora.
Descalças, dançámos na relva.
E as aves declamaram o Poema do Amigo Aprendiz, de Fernando Pessoa.

Carla Augusto, Alenquer

Desafio Rádio Sim nº 4 – todos os verbos com uma destas letras O, L ou D (só uma!)

Sem comentários:

Enviar um comentário