11 fevereiro 2016

Infortúnio

Nada mais havia a fazer.
Ficaram saudades, emoções.
Foi mágico. A noiva, saiu da porta da igreja com o marido, num lindo cavalo branco.
Cavalgaram, cabelo ao vento, corações exultando felicidade.
Se tivesse evitado..., mas não podia.
O marido partiu. Foi a guerra!
Ficou prenha de amor e do filho.
Filho que não conheceu o pai. Pai que não conheceu o filho.
Agora restava o encontro dessa miragem que permanecera nela.  
Levar-lhe-ia notícias do filho, dos netos.

Rosélia Palminha, 67 anos, Pinhal Novo 

Desafio nº 103 – 3 frases impostas por ordem

Sem comentários:

Enviar um comentário