03 fevereiro 2016

Olhos doces

– O que te deu, Marisa? Não vês que não é para o teu goto?
– Deixa-me cá. Vê-me aqueles olhos doces.
– Isso é de ser míope, rapariga.
–Tem sorriso aberto, com dentes certinhos.
– Ai Jesus, mulher! Melhor tem-no o Alberto pescador, e nem sabes de que cor são os olhos dele. Só os tem para ti.
– …
– Fazes sinais, a ajudá-lo?
– Ele não percebe nada de lota! Terá outra jantarada, coitado. É bago!
Partiram então em direções opostas.

Graça Pereira, 57 anos, Setúbal
Desafio nº 11 – diálogo com frase final imposta: Partiram então em direções opostas.


Sem comentários:

Enviar um comentário