17 março 2016

Bruxa no meio de bruxas

Enigmática, sisuda, antipática
ninguém escapava aos seus maus modos.
Tinha-se mudado há pouco para aquela aldeia,
onde todos viviam numa paz duradoura.
Paz essa a que Josefa se encarregou de pôr fim.
As intrigas passavam de boca em boca, lançadas aos
quatro ventos, semeadas por ela. Já ninguém,
lhe dava a mínima importância. 
A criançada, gritava: – Vem aí a bruxa.
Mas a verdade é que no carnaval, passado,
no meio de tanta bruxa, era a única verdadeira.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela

Desafio RS nº 28 – Josefa, intriguista e bruxa

Sem comentários:

Enviar um comentário