17 março 2016

Ida ao Porto

Era o seu baptismo de voo, uma VEZ que lhe fora oferecida uma viagem
e, embora fosse só  ao Porto, o AZEVEDO, estava eufórico.
TALVEZ para VALORIZAR o seu novo acontecimento,
pois das outras VEZES ia de automóvel.
A VIZINHA do lado, ZOMBAVA dele.
Que alegria VIVAZ como contava a sua história,
chegando com um VORAZ apetite, de uma francesinha.
As VOZES que ouvia vinham de um restaurante ali perto,
pediu uma AZEVIA, as francesinhas tinham acabado.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela
Desafio RS nº 22 – todas as frases com 2 Zs

Sem comentários:

Enviar um comentário