21 março 2016

O coração manda

Não comes?
Eu não tenho fome.
Não penses mais nisso, já passou.
Falar, é fácil, mas eu é que sei.
Pensas que sabes, mas nem sempre é o que parece.
Tu não sabes nada, eu é que sei o que lá vi.
Deixa lá, esquece.
Não esqueço, e vou vingar-me.
A vingança não leva a lado algum.
Não leva, se não souber fazer bem as coisas.
Correto ou não, vou fazer mesmo que o coração diga, NÃO.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela

Desafio RS nº 32 – a arte de dizer não

Sem comentários:

Enviar um comentário