19 março 2016

Onde estão?

Mafalda, ria, ria tanto que já lhe doía a barriga;
– A avó procurou por todos os sítios imaginários.
De um lado para o outro, já sem paciência:
– Para de te rir, e vem ajudar-me a procurar,
preciso fazer a lista das compras.
Valha-me Deus, onde será que os deixei.
Mafalda, não parava de rir.
Revolveu o cesto da costura, nada:
– Sempre gostava de saber, porque te ris,
dessa maneira.
Tens os óculos em cima da cabeça, ‘vó.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela

Desafio Escritiva nº 1 – um momento de riso!

Sem comentários:

Enviar um comentário