13 março 2016

Quem vai ao mar...

Era hora das Trindades, as duas encontraram-se, junto da pequena igreja, da aldeia.
– Então, Efigénia, já sabes a novidade?
– Não, diz lá.
– O filho da Adosinda, fugiu com a filha do ti Zé do moinho.
– Mas, ela não está prometida ao filho do Manel?
Até é rico, anda lá por Lisboa, dizem que vai ser Doutor.
– Pois é, mas conhece aquele ditado «quem vai ao mar, perde o lugar?»
– Eu sempre desconfiei, aqueles dois nunca me enganaram.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela

Desafio RS nº 23 – história de mulheres

Sem comentários:

Enviar um comentário