20 março 2016

Tempos idos

O tempo de sonhos despreocupados,
aqui ficaram enterrados.
Tudo se varreu ao partir.
E o regresso traz à memória,
esse tempo que guardaste para ti, os
momentos em que o via sentado nesse sofá
lendo o jornal da manhã.
Saltava-lhe para o colo, não se zangava.
Que resta de ti, agora!!!
As tuas paredes? A janela onde o meu primeiro amor
me roubou o primeiro beijo.
Que devo esperar de ti, se roubaste essas coisas de mim.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela
Desafio nº 98 – fotog de P Teixeira Neves

3 comentários:

  1. Muito bom Natalina, construção perfeita na leitura da imagem.

    ResponderEliminar
  2. Natalina Marques26/03/16, 23:52

    Obrigada Toninho mais uma vez

    ResponderEliminar