27 abril 2016

O nevoeiro

Eram as festas das vindimas em Palmela.
Festas de uma beleza invejável,
com carros alegóricos, puxados por cavalos
também enfeitados, levando no dorso,
os respetivos donos cheios de orgulho
por mostrar ás suas gentes o bom vinho 
que aqui se faz.
Mas não é pelo vinho nem pelo delicioso moscatel
que ali se prova. 
Nessa noite, saí de casa com um belo SORRISO nos lábios.
Mas com muita PENA minha cancelaram o FOGO de artifício.
Estava nevoeiro.

Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio nº 1 – palavras impostas: pena, sorriso, fogo

Sem comentários:

Enviar um comentário