24 abril 2016

Para ti, Primavera!

Primavera, os teus ruídos compõem melodias extasiantes e sedutoras!
A tua luz, até agora pouco ativa, resolveu acordar, lembrando, teimosamente, que ela é fundamental em qualquer vida. Ela é mestre, todos lhe obedecem.
Dos verdes que te bordam, sucedem-se infinitas combinações, sussurrando, recebendo docemente o orvalho que os limpa e vivifica.
As outras tonalidades vestem-se com as suas melhores roupagens, purificam-se, perfumam-se, iluminando-se com a tua presença. 
Finalmente, vais entrando pelos interiores, emprestando-lhe a tua dádiva celestial.

Fernanda Costa, 54 anos, Alcobaça

Desafio nº 26 – dedicatória para alguém

Sem comentários:

Enviar um comentário