20 abril 2016

Que mundo tão louco

Olhei uma abelha pousada num botão que parecia murmurar. Perto, um nenúfar tentava imobilizar um ovo que só conseguia gritar pelo doutor. Enquanto isso, um jacaré tentava suster a respiração mas, um som ruminante, fazia a vela tremer de medo. Ao querer fugir daquela confusão, um caramelo tropeçou numa unha e deu um pontapé num livro que pensava na hipótese de enterrar uma pedra de xisto que, louca, corria em ziguezague. Que mundo tão louco e complicado!

Sara Catarina Almeida Simões, 28 anos, Coimbra

Desafio nº 58 – tabela de 2 palavras obrigatórias para o alfabeto, uma à escolha

Sem comentários:

Enviar um comentário