13 maio 2016

Aquele lápis

Durante a correria dos preparativos da festa de anos da Noemy, acabei por deixar cair um lápis com um bonequinho à volta. Era o lápis que a minha filha adorava e que tinha sido oferecido pela sua querida avó. Saindo da cozinha, vi o lápis rolando pelo chão, mas não tive tempo de o apanhar. Na volta não o vi, alguém tinha-o apanhado e guardado com certeza. Aquele bendito lápis apareceu mais tarde no escritório do Paulo.

Edinalva, 25 anos, Santiago, Cabo Verde, Inst. Jean Piaget, prof Maria Teresa Cardoso
Desafio RS nº 37 – o lápis caído no chão

Sem comentários:

Enviar um comentário