27 maio 2016

Damascos

Deliciosos eram os damascos, que pareciam querer dançar com as dálias, que enfeitavam a 
mesa metalizada, oval, não oculta, onde nela reluziam como rosas viçosas parecendo que nos saudavam e assim nos seduziam, eram sedosos, um sonho sonhado.
Timidamente toquei-lhes e ternamente, comi alguns, pude verificar que eram muito tenros.
Tempos houve em que trepava ao damasqueiro para colher estes esplêndidos frutos que nos faziam crescer água na boca, tão bons, que me tentaram, e comi tantos.

Maria Silvéria dos Mártires, 69 anos, Lisboa

Desafio nº 16 – uma palavra que define todo o texto

Sem comentários:

Enviar um comentário