06 maio 2016

Mãe...

Obrigada, mãe.
Sempre amiga, confidente, conselheira e, além de tudo isso, companheira em todas as ocasiões. Desde o dia do meu acidente, nunca me deixaste só. Acompanhaste de perto todas as minhas recaídas e, graças ao teu auxílio, consegui ultrapassá-las.
Apoiaste-me em quase todas as decisões, o que foi essencial para mim.
Sei que largaste muitas lágrimas por mim e que sofreste tanto ou mais do que eu própria.
É por isso que quero agradecer-te.
Adoro-te, MÃE.

Sara Catarina Almeida Simões, 28 anos, Coimbra             
Desafio nº 26 – dedicatória para alguém

Sem comentários:

Enviar um comentário