04 maio 2016

Minha cara Clara

Minha prezada Clara,
obrigada por tornar o meu conto ainda mais um best-seller. Agora, nenhum lusófono tem desculpa para não o ler. Até as crianças podem compreender a natureza, definitivamente corrupta, da sociedade. Não há pessoa neste país nova demais para saber a verdade. Eu, com seis anos, já estava a ler Guerra e Paz e escrevia poesia com heterónimos sofisticados. Mas nem todas as crianças não podem ser tão geniais como eu, pois não?
Beijinhos,
Fernando

Lucas Krywicki, 20 anos, Liège, Bélgica, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio nº 26 – dedicatória para alguém

Sem comentários:

Enviar um comentário