04 maio 2016

Não deixes de escrever

Olha Gonçalo sou Eça, amigo e companheiro de livros, de sentimentos, de ideias. Companheiro duma viagem no tempo, um tempo que não muda muito.
É por isso que “O Mandarim” pode entender-se facilmente em qualquer momento da nossa vida.
Obrigado pela tua adaptação, desta maneira as crianças poderão ler e entender o livro, a hipocrisia, a moral, a realidade da sociedade num relato, conto fantástico.
Não deixes de escrever, de ver o mundo com os teus olhos.

Lorena Garces Santisteban, Sagunto (Valência), 24 anos, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio nº 26 – dedicatória para alguém

Sem comentários:

Enviar um comentário