24 maio 2016

Um pouco de ti

Escrevi-me entre uma palavra e outra, como se escrever-me pudesse salvar a minha alma daquelas palavras que já não diziam nada. No pensamento o dia de ontem, com o seu nevoeiro e a sua solidão que tanto se arrasta, mas por que tanto ansiava. Escrevi-me, como se escrever-me pudesse salvar-me de mim própria naquele fim de mundo e como se, ao reler aquelas palavras pudesse ler também um pouco de ti. Foi por isso que me escrevi.

Anabela Risso, 24 anos, Évora

Desafio nº 100 – «e foi por isso que me escrevi»

Sem comentários:

Enviar um comentário