04 maio 2016

Uma ideia brilhante

Segunda-feira, começa mais uma semana e tudo por fazer: limpar o pó, pendurar no estendal a roupa, lavar os pratos... Eu não gosto de fazer as tarefas domésticas! Há tanto por arrumar e não tenho tempo de limpar o que eu sujo... E foi então quando me lembrei da batedeira que me deu a minha mãe e tive uma ideia brilhante: despedaçarei tudo o que está sujo e… vou usá-lo como comida para a minha lindinha cadela!

Rocío Antonio Núñez, 18 anos, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro
Desafio Escritiva nº 6 – poderes mágicos no corpo


Sem comentários:

Enviar um comentário