24 junho 2016

Aceitar ou não?

Quem tudo quer tudo perde! Sempre ouvi dizer. O que decidir? Este ditado não me saía da cabeça. Latejava, martelava constantemente, alimentando o meu medo e incerteza já por si bastante presentes. Aceitar ou não a proposta era o meu dilema. Apresentava-se como uma excelente promoção, uma oportunidade fantástica, algo nunca imaginado, mas receava perder o que tinha: segurança do mundo conhecido, a estabilidade financeira e afetiva… mas a verdade é que quem não arrisca não petisca!
Fátima Fradique, 41 anos, Fundão

Desafio nº 90 – com provérbios contraditórios

Sem comentários:

Enviar um comentário