24 junho 2016

Caso ou não?

Época de santos populares tem de ser festejada. E ele pedi-la-á em casamento!
Chega o dia das marchas. As fogueiras crepitam e os balões matizam o ar, soprados pelo vento que veio para a festa. Os manjericos vaidosos ostentam as suas quadras e perfumam o pátio.
Muitas sardinhas e demasiadas canecas depois…
Estão no meio do bailarico e ele mal se segura. Ela não quer ficar solteira mas, casará com um homem que lhe pisa os pés?
Ana Paula Oliveira, 55 anos, S. João da Madeira

Desafio Escritiva nº 9 - santos populares com palavras impostas

Sem comentários:

Enviar um comentário