07 junho 2016

Limites

Perplexa, a velha senhora zurzia com repulsa o orador: Que parlapatice!
Habituada que estava a palestras com sumo e muita consistência, os pergaminhos académicos de que era reconhecidamente detentora, aliada à capacidade de análise, não se compadeciam com tais dislates. O homem palrava, mas nada dizia.  Bem que não queria implicar, não era de sua feição, mas paralelamente ao peremptório desígnio, em menos de um relâmpago, decidiu e desligou o televisor!  Preferível, publicar a sua ira.

Elisabeth Oliveira Janeiro, 71 anos, Lisboa

Desafio nº 107 - 10 palavras com PLR

Sem comentários:

Enviar um comentário