21 junho 2016

Um Rap em troca de um tesouro

Um dia, num bosque, encontrei um velho homem no tronco de uma árvore. Parecia muito sábio e contou-nos que no final do caminho havia uma gruta com gnomos que guardavam um tesouro.
Nós, com muita vontade de consegui-lo, fomos até à gruta e pediram-nos que cantássemos um Rap. Comecei a cantar com todas as minhas forças. Quando parei, deram-nos o tesouro e a chave para sair. O maior tesouro que conseguimos foi a sua confiança em nós.

José Javier Mateos Guerra – 2º A, IESO “Los Barruecos”, Malpartida de Cáceres

Sem comentários:

Enviar um comentário