22 julho 2016

Cocho

Visitava a minha amiga. Gostava de lá estar, perto das raízes maternas que eram as dela também. Tarde quente e tanto para estudar. Sede, muita. Que fosse lá dentro, que estivesse à vontade. Na cozinha, junto à torneira, a grande colher de cortiça calava histórias de pastores e ceifeiras. O tarro e o cocho. O pão e a água. Peguei nele com cuidados de velho pergaminho e a água que bebi foi também a da minha história.
Paula Coelho Pais, Lisboa, 55 anos
Desafio Escritiva nº 10 - definições criativas

 "cocho" – colher de cortiça do Alentejo

Sem comentários:

Enviar um comentário