13 julho 2016

Não quero!

Não, não! Não quero! Preciso de mudar de vida! Urge uma mudança de atitude! Valorizando-me! Não implorando nem esperando como se fosse um prémio por mim ganho. Eu sou o prémio, deveria pensar! Mas não! Ontem, ignorou-me! Senhor de uma altivez que desfere golpes continuados. Indiferente ao meu ser. Mesmo assim, dia após dia, anseio, anseio por um sinal! Um olhar! Um sorriso! Um aceno! Tal gatinho faminto que saliva perante a ideia de uma farta refeição! 
Fátima Fradique, 42 anos, Fundão

Desafio nº 105 – frase de Einstein

Sem comentários:

Enviar um comentário