11 agosto 2016

77x77 - Luísa Ducla Soares

Antes do 25 de Abril não era costume os autores deslocarem-se às escolas. E os livros de leitura só
apresentavam textos de escritores antigos, alguns falecidos havia muito, muito tempo.
Quando entrei na sala, um garoto deu-me um beliscão num braço. Queria certificar-se se eu estava viva pois pensava que os escritores eram todos pessoas mortas.
– Estou viva e venho falar com vocês.
– Então, pode dar autógrafos?
E correram todos para mim com papelinhos arranjados à pressa.
Luísa Ducla Soares

Sem comentários:

Enviar um comentário