23 agosto 2016

Luísa...?

A discussão deixou-a arrasada. Talvez o mar lhe aquietasse a alma... Até que encontrou a garrafa. Lá dentro um bilhete: «Mergulha e serás livre.» Num gesto impensado mergulhou. Sentiu-se enleada pelos limos. Eram amarras que a prendiam ao fundo do mar. E teve saudades da vida que levava, apesar dos maus momentos... 
Então, reconheceu-lhe a voz, o calor, o carinho. «Luísa, foi só um pesadelo...» Deixou-se ali ficar naquele abraço que lhe soube pela vida. Sentiu-se renascer!
Isabel Lopo, 70 anos, Lisboa

Desafio Escritiva nº 11 – mensagem na garrafa

Sem comentários:

Enviar um comentário