02 agosto 2016

Perfeição da formosura

Estremecimento de alegria e admiração.
Todavia, em meio à alegria, pode-se chorar por causa da graça resistida.
Do privilégio abusado e da oportunidade desprezada.
Por mais gracioso que seja o convite, a recompensa é com o bem.
O mal não compensa a solidão.
Perfeito mesmo é abrandar as desgraças humanas.
Tesouro é o silêncio precavido.
O sol que espia por trás da colina.
A paz que vem do amar.
Amor que nos ensina gratidão.
Cerquemo-nos dela: gratidão.
Renata Diniz, 40 anos - Itaúna/Brasil 

Desafio nº 109 – solidão no meio de gente

2 comentários: