11 agosto 2016

Sem sintonia

Férias escolares na casa da avó, com guarnição, de granito, típica da aldeia nortenha.
Todas as tardes em frente ao monitor do portátil, sorvia o granizado de morango.
Ainda menina, mas achava-se bonita o suficiente para arrasar corações.
Não mudava de opinião, e o nível dele pouco lhe importava.
Reles vinicultor, que animava noites numa discoteca.
Fazer-lhe-ia entender que era campónia, mas não estavam na mesma sintonia.
Procuraria alguém que gostasse de germinar infinitas begónias,
como ela.
Natalina Marques, 57 anos, Palmela
Desafio RS nº 40 – 14 palavras com a sílaba NI

Sem comentários:

Enviar um comentário