14 setembro 2016

A amada tia

Quando os cinco primos vieram hospedar-se por onze ou treze dias nas férias anuais, os alarmes dispararam na nossa casa. Tudo o que tinha algum valor quebrável ficou guardado à chave.
Nada maus rapazes, mas comportavam-se como uma matilha de lobos extrovertidos, fazendo bagunça constantemente.
Os anos passaram e nunca se esqueceram de visitar a amada tia no asilo. Aconteceu que não reconhecia ninguém, porém dos lobos lembrava-se incessantemente. Sorrindo, dirigiu-se à assistente "use umas louças quebradas."
Theo De bakkere, 64 anos, Antuérpia Bélgica
Desafio RS nº 41 – números primos e… primos

Sem comentários:

Enviar um comentário