04 setembro 2016

Filatelia e as 77 palavras

Aqui se inicia uma parceria divertida com a Filatelia – histórias em 77 palavras em sequência, que depois aparecerá publicada na revista da filatelia. Confuso? Explico já tudo.
Este desafio resultará numa história completa de 7x77 palavras, com vários autores.

Como fazer?
O primeiro texto, que aparece em baixo, será escrito por mim para lançar o mote. Vamos falar sobre castelos, o tema da próxima emissão filatélica EUROPA, que será lançada em 2017. Depois, precisaremos de continuação e abriremos esta atividade a todos os interessados, de todas as idades e feitios. 
Haverá sempre partes obrigatórias, para não perdermos o norte à história. Essas serão duas partes de frase impostas, uma de quatro palavras e outra de três (continuamos com a magia do número 7). Estas pequenas partes de frase terão de aparecer quase no início e quase no fim – serão as balizas para continuar o texto.
A cada três semanas aparecerá, aqui no blogue, o excerto escolhido, de entre os enviados para o mail 77palavras@gmail.com, ligando-o ao anterior. Assim, quando partirmos para o momento seguinte, já aquiteremos tudo o que foi escrito até ao momento. Isto vai repetir-se até chegarmos às 7x77 palavras, acabando o texto. 
Teremos o seguinte calendário para cada excerto (terminará sempre dois dias antes do seguinte):
1.º excerto (MFS), publicado a 4 de setembro de 2016 (abaixo)
2.º excerto - 7 de outubro de 2016
3.º - 28 de outubro de 2016
4.º - 18 de novembro de 2016
5.º - 9 de dezembro de 2016
6.º - 30 de dezembro de 2016
7.º - 20 de janeiro de 2017 (terminando a 10 de fevereiro de 2017)

O resultado final aparecerá na revista, com todos os «autores» identificados. No blogue, ficarão também todas participações por fase, pois certamente haverá mais caminhos para as histórias.
Como me cabe a tarefa de começar, aqui fica o primeiro excerto em 77 palavras sobre o tema castelos:

Ao chegar ao fosso do castelo, o cavaleiro estacou. Embora tivesse a certeza de que era ali que deveria entrar e pedir ajuda para a demanda, um arrepio agitara-lhe a coluna vertebral e os receios. E se não o quisessem ajudar? Se tudo não passasse de uma ideia pouco realista? Pior… E se ele, cavaleiro do Rei, não fosse suficientemente experiente ou corajoso para cumprir o que Sua Majestade lhe confiara? Um cansaço doentio abateu-se sobre ele.

Este é o início. Agora, vamos continuar. 
Para este segundo excerto, devem incluir, algures, antes do fim, isto:
... (aquele/o/um, etc.) rosto não era preciso. Quem seria?

12 comentários:

  1. Adorei... Dúvida! Pelo que percebi, todos podemos participar. Estou certa?! E nesse caso, podemos enviar a continuação para os diferentes seguimentos da historia ou quem participa na segunda parte não pode participar nas demais? Beijinhos <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, todos, de todas as idades e já participantes do blogue ou não - é para todos mesmo!
      Pode sempre participar. A escolha da continuação será feita por mim e com os CTT, mas podem ir escrevendo sempre, a cada capítulo. :)
      Um beijinho

      Eliminar
    2. Obrigada Margarida :) vou meter as mãos na massa. Ou melhor, nos selos ;)
      Beijnhos

      Eliminar
    3. Brutal!!!! Também vou participar!!! Beijinhos

      Carla Augusto

      Eliminar
    4. Boa! Que bom...
      Um grande beijinho

      Eliminar
  2. E como se chama este desafio?! Filatélica?! Filatelia CTT?!

    ResponderEliminar
  3. Maria José Castro05/09/16, 22:00

    Ah, gosto disto. Também quero brincar com castelos... ah ah ah. Vamos lá dar exercício aos neurónios e aos dedos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neurónios... MARCHE!
      Dedos... MARCHE!
      Eeheheheh
      Bjs

      Eliminar
    2. Maria José Castro09/09/16, 22:43

      E já está.

      Eliminar