01 setembro 2016

Rosa sóbria

Falsidade deslumbrante, desmembrada, oposta ao caráter honesto e correto.
Fé pura, zelosa, bem tratada. Temor, conheçamos somente o de Deus.
Disciplina em meio às agruras, problemas, prepara-nos com infinita sabedoria.
História maravilhosa, oposta ao supersticioso que martela vícios.
Não imputar isso à causa certa gera febre e espinho.
O amor que refugia, vem de dentro do coração.
Viciados no estilo de vida deste mundo não amam a solução.
Rosa sóbria, nem se desgasta com coisas sem importância.
Renata Diniz, 40 anos - Itaúna/Brasil

Desafio nº 110 – 8 palavras obrigatórias

2 comentários: