03 outubro 2016

Azaritos

A telefonista, na frase batida:
– Posso ajudar?
– É do 111, atendimento permanente às vítimas da sorte macaca?
– Exacto.
– Venho pedir acesso à sorte sortuda; a sorte miudinha já ajudava.
– Falou para o sítio certo.
– Que alívio!
– Mas hoje não é possível atender o pedido.
– Então?
– Acabaram-se os formulários e o presidente tirou férias.
– E o vice?
– Esse anda a macaquear faz tempo.
– E agora?
– Espere que a sorte macaca se chateie e vá chatear outro.
– Que macacada!!!!!
Elisabeth Oliveira Janeiro, 72 anos, Lisboa
Desafio nº 111 – linha de atendimento 111

Sem comentários:

Enviar um comentário