11 outubro 2016

Diálogo

– Ora bem, cose a soca, sapateiro remendão.
– Agora escreves ditados populares?
Olá! Não! Tenho asco aos ditados, cheios de erros, emendas e trapalhices. Escrevo cartas. Umas letras vãs...
– Ah! Cola no selo e depois de seco, marco do correio com elas!
– Não. São para guardar num laço. Memórias de outros tempos. São vidas...
Ecos do passado, então?!
– Lá vens tu com a mania de meter tudo no mesmo saco! São os desafios que lês em 77 palavras.
(Cose, soca, cola, olá, seco, selo, saco, asco, laço, ecos)
Alda Gonçalves, 48 anos, Porto

Desafio RS nº 42 – letras de escola sem escola

Sem comentários:

Enviar um comentário