23 outubro 2016

Medalha de ouro nas 77

Nunca fui um atleta. Devo remontar ao tempo de adolescente para me lembrar duma corrida na qual participava.
Graças a Deus, sem esforços físicos. Somente tive de segurar uma colher na boca sobre a qual se equilibrava um ovo. Cheguei primeiro à linha sem derrubá-lo.
Infelizmente, com esse desporto nunca ganharei ouro olímpico.
Embora, tenha um recorde pessoal que nunca imaginara nos sonhos mais audaciosos: As minhas histórias deliciosamente lidas pela Margarida Fonseca Santos na Rádio Sim.
Theo De Bakkere, 64 anos, Antuérpia, Bélgica

Desafio Escritiva nº 13 – recordes pessoais

Sem comentários:

Enviar um comentário