09 outubro 2016

Retrato a carvão

O João tinha talento
Sem o poder praticar,
Até que a Carolina
Deixou o lápis rolar!

Ele logo o apanhou,
Com enorme excitação,
E Carolina perdeu
Seu lápis de estimação!

Com este, ele iniciou
Aquilo de que gostava…
Para fazer um retrato,
Uma foto lhe bastava!

Da amiga inesquecível,
Fez o retrato a carvão,
E enviou pelo correio,
Declarando a paixão!

Prendeu o lápis antigo
À moldura fascinante:
– Devolvo, ele foi motivo,
Tu também, em cada instante!...
Maria do Céu Ferreira, 61 anos, Amarante

Desafio RS nº 37 – o lápis caído no chão

Sem comentários:

Enviar um comentário