01 novembro 2016

O meu record

Um dia, na Primavera,
Comecei minha proeza,
Treinei-me em bicicleta
Para andar na natureza!

É que «as minhas crianças»
Quiseram-me incentivar,
Tendo-me dado esperanças
Que era fácil pedalar!

Comecei dando empurrões,
Lançando-me no terraço,
Dando alguns encontrões,
Intervalando o espaço!

Cansada, indaguei um dia:
-Não se aprende com rodinhas?
Pensaram que eu aprendia
Melhor que as criancinhas?

E bem perto dos sessenta
Foi a loucura ao pedal!...
Só bate record quem tenta
E aprender nunca fez mal!
Maria do Céu Ferreira, 61 anos, Amarante

Sem comentários:

Enviar um comentário