08 novembro 2016

Pastéis de Belém

Depois do meu fracasso, não tinha coragem para voltar a levantar-me, ainda menos para sair à rua, cheia de olhares e cochichos... A minha pastelaria em falência. Decidi desaparecer, perder-me entre a montanha e o mar. Foi a pescar que encontrei a solução para os meus problemas: uma garrafa com uma receita secreta: a receita original dos pastéis de Belém assinada por um monge moribundo. (testemunho de Domingos Rafael Alves, fundador da Casa Pastéis de Belém, 1837)
Raquel Fidalgo Rodríguez, 27 anos, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro (USAL)

Desafio Escritiva nº 11 – mensagem na garrafa

Sem comentários:

Enviar um comentário