22 novembro 2016

Picasso caseiro

Quando há silêncio numa casa com crianças, não é coisa boa. Pé ante pé fui ver o que o Mateus fazia e apercebi-me que estava a fazer pinturas abstractas nas paredes do seu quarto. Eu fiquei com os cabelos em pé ao ver aquela obra. 
– O que estás a fazer?
– Estou a brincar! 
– Achas que tens o direito de pintar a parede? - perguntei-lhe, divertida.
– Todas as crianças têm o direito de brincar, seja como for, mãe.
Isabel Pinela Fortunato, 43 Anos, Amadora

Desafio Escritiva nº 14 – direitos da criança

Sem comentários:

Enviar um comentário