15 novembro 2016

Quinta vez

O recorde pessoal que melhor recordo foi quando consegui tirar a carta de condução. Não pelo facto em si, que é importante e que é recente, dois anos mais ou menos, mas sim por uma questão de orgulho pessoal, já que reprovei quatro vezes seguidas e aprovei na quinta vez que fiz o exame. Chamem-me um “bocadinho” desajeitado, mas não acho que tenha sido por isso, mas sim pelo azar que tive em cada um dos exames.
José María López Collantes, 21 anos, Salmanca, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio Escritiva nº 13 – recordes pessoais

Sem comentários:

Enviar um comentário